Wana Bi 2017

Das vinhas da Casa de Vilar, onde Regina Pessoa e Abi Feijó vivem e encontram inspiração para as suas criações, criou-se um Alvarinho fermentado em barrica, com um perfil muito particular e diferente do estilo expressivo e aromático desta casta da região do Minho.
Tal como o nome sugere, o Wanabi é um vinho que tenta ser um Alvarinho distinto.

No seguimento das edições anteriores do mesmo vinho, este é um Alvarinho muito elegante, onde os tons cítricos e florais se equilibram com notas mais secas de folha de chá e pedra molhada. A ligeira presença de barrica aumenta a complexidade do aroma. Na boca mostra-se vivo e harmonioso, com um bom volume mas com acidez e mineralidade a conferir equilíbrio a uma doçura muito discreta. Com um final de boca longo, cremoso e complexo, o Wanabi 2017 é indicado para um consumo jovem, mas terá com certeza uma interessante evolução em garrafa.

Acompanha bem mariscos de concha, peixes delicados ou queijos suaves. Sugestões vegetarianas: Salada César, beringelas, húmus.

Informações técnicas
Wana Bi 2017
Produtor Niepoort (vinhos) S.A.
País Portugal
Ano 2016
Região Minho
Castas Alvarinho
Vinificações As uvas são provenientes de uma vinha de 1,6 ha da Casa de Vilar, plantada na sub-região do Vale do Sousa. O vinho vinificou e estagiou em barricas usadas de carvalho francês. Após 10 meses em barrica, foi engarrafado em Junho de 2016.
Estágio 10 meses em barrica usada de carvalho francês.
Nota prova Tal como na primeira edição, este é um Alvarinho muito discreto e elegante, com boas notas de citrinos, floral q.b., folha de chá e pedra molhada. As notas de barrica encontram-se muito bem integradas, conferindo complexidade. Na boca, tem um bom volume, com acidez e mineralidade, em contraste com uma doçura muito discreta. O final de boca é longo e refrescante, complexo e equilibrado. O Wanabi é indicado para a mesa, mas terá uma boa evolução em garrafa e será interessante acompanhar o seu percurso.
Teor alcoólico 12%
Acidez 5.14
PH 3.2
Capacidade 750ml
Caracteristicas