Papel de obreia (emb. c/ 5 und.)

Obreia - folha de massa muito fina utilizada na preparação de doces (confeitaria). O mesmo que pão ázimo e hóstia.

História - a utilização da obreia, produto de que se fabricam as hóstias, é típica dos doces de origem conventual.
São disso exemplos: os foguetes de Amarante, as garganta de freira (Covilhã), os charutos de ovos (Arcos de Valdevez), as barriga de freira, os almendrados, os queijinhos de hóstia (Alentejo).

Charutos de Amarante
Ingredientes: 125gr de amêndoa, 500gr de açucar (250gr p/ o doce de ovos + 250gr p/ a calda), 2 ovos inteiros, 7 gemas de ovo, folhas de obreia. 

Folhas em papel de obreia

Dimensão: 40x50cm

Descrição: folha em papel de obreia para rechear (ex: ovos moles)

Confecção: leve o açúcar ao lume com um pouco de água e deixe ferver até fazer ponto de espadana (a calda corre da colher em fila larga). Junte as amêndoas peladas e raladas e deixe cozer até engrossar. Retire do lume e, depois de frio, adicione os ovos. Mexa muito bem e leve novamente a lume brando, mexendo sempre, para cozer os ovos.
Corte as folhas de obreia em quadrados com 5,5 cm e, com um pano molhado em água fria, humedeça-os individualmente. À medida que o vai fazendo, coloque o recheio com o preparado anterior, bem frio, enrolado em forma de charuto. Leve os foguetes ao forno, devendo os topos ficar virados para o lado do calor.
Depois de frios, passe-os por uma calda de açúcar em ponto de pérola (o fio que corre da colher é espesso, ficando uma gota suspensa na extermidade, como se fosse uma pérola) e deixe-os secar.

Garganta de freira (Covilhã)
Ingredientes: 1dl de água, 200gr de açucar,1 chávena de fios de ovos, 1 folha de obreia.

Confecção: corte a hóstia em nove retângulos. Com os fios de ovos, faça 9 charutinhos com o comprimento dos retângulos de obreia.
Leve o açúcar ao lume com a água e deixe ferver até fazer ponto de pérola. Passe os charutos de fios de ovos pela calda de açúcar e escorra-os.
Coloque cada charuto de fios de ovos sobre cada retângulo de obreia e enrole em forma de charuto, formando, assim, este maravilhoso doce conventual.

Queijinhos de hóstia
Ingredientes: 18 gemas, 2 claras, 500gr de açúcar, 2 dcl água, 250gr de amêndoa, ovos-moles.

Confecção: misturam-se as gemas com as claras. Leva-se o açúcar ao lume com água, deixando a ferver até obter ponto de pasta forte. Depois junta-se a amêndoa previamente pelada e passada pela máquina. Retira-se, por momentos, do lume e adicionam-se os ovos batidos. Leva-se de novo a lume brando para engrossar a mistura até ser possível observar o fundo do tacho. Deixa-se arrefecer completamente. À parte corta-se a obreia em rodelas com a ajuda de um cálice de vinho. Com a massa de amêndoa bem fria moldam-se uns rolos que se dispõem sobre a obreia, formando argolas. Recheiam-se as argolas de massa com ovos-moles e tapam-se com uma rodela de hóstia.